sábado, 10 de abril de 2010

Milagre de Padre Pio

15 mil pessoas peregrinaram nesta quinta-feira à San Giovanni Rotondo, sul da Itália, para assistir à cerimônia que antecedeu a exibição dos restos mortais do Padre Pio, um dos santos mais venerados do país, canonizado em 2002 por João Paulo II. A iniciativa assinala o 40º aniversário da morte do Santo.

Na Celebração Eucarística presidida pelo Cardeal José Saraiva Martins, os presentes foram convidados a “adorar em silêncio o mistério deste Santo”.

O corpo, sepultado em setembro de 1968, quatro dias depois da sua morte, foi exumado em março passado, no santuário de San Giovanni Rotondo, por uma comissão médica, em bom estado de conservação, sem sinal dos famosos estigmas, que apareceram em 1911 e desapareceram pouco antes da sua morte.

Dom José Saraiva Martins, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, disse que hoje se inaugurou “um período particularmente intenso de peregrinação”, colocando em evidência o significado da morte e das relíquias. “Somos convidados a compreender que aquilo que se vê não é toda a existência”, indicou.

A única coisa realmente extraordinária, relatou-me o Cardeal Saraiva Martins, é que quando se abre o caixão, normalmente, se sente um mau cheiro, e o cardeal perguntou a um dos membros da comissão médica, Dr. Nazareno Gabrieli, como se explica esta falta de mau cheiro, e este respondeu: “Excelência, deve explicar o senhor, porque não estamos à altura”.

Aguardando a Ressureição da carne…

Romanos 8,11–E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.

Este caso não é o único. Há mais de oitocentos corpos espalhados por toda a Europa e América Latina.

Este texto foi retirado de: http://www.cot.org.br/igreja/sao-pio-de-pietrelcina.php

Santa Bernadete
_______________________________________________________
Uma explicação ” Técnica”

Corpo Incorrupto é o corpo humano que possui a propriedade, considerada Milagrosa de não se decompor após a morte, sem que tenham sido utilizados métodos de embalsamento ou ocorrido processos naturais de mumificação, não havendo explicação científica para esse ocorrido.

Alguns desses corpos permanecem conservados mesmo após transcorrido um período de 1.500 anos desde a data do óbito.

O fenômeno da incorruptibilidade pode ocorrer com todo o corpo ou com apenas parte dele. Uma outra característica importante é a de que os corpos incorruptos emanam também um odor agradável.

Corpos humanos preservados ou “múmias” vieram sendo descobertos através dos séculos, alguns ate’ mesmo antes do tempo dos Faraós, aonde a arte de embalsar se originou. Muitos desses corpos preservados, sobreviveram a descomposição por ate’ 3.000 anos. De todos esses corpos preservados descobertos através dos séculos, todos se encaixam em uma dessas categorias:

1. Preservados acidentalmente - Esses tipos de corpos preservados são preservados devido a ações acidentais. Ex: Corpo enterrado em solo seco, em areia quente ou larva,etc. . Esses corpos quando encontrados se encontravam ti descoloridos, enrugados, distorcidos, tendo aparência esquelética, e sem elasticidade dos membros. Alem disso, com odor característico; sem dizer que, após descobertos entraram em rápida descomposição.

2. Preservados deliberadamente – Preservados deliberadamente são os corpos daqueles que foram embalsamados ou então tratados antes de seus funerais com a intenção de tentar prevenir a descomposição.

3. Incorruptos - Esses tipos de corpos preservados começaram a ser descobertos nos primeiros séculos depois de Cristo, surpreendentemente, eles não se encaixam em nenhuma das outras duas categorias citadas acima.

Algumas carecterísticas comuns dos corpos incorruptos:

* Os incorruptos são tipicamente encontrados com a aparencia viva; umidos, flexiveis e contendo essência doce e suave que muitos comparam ao cheiro das rosas ou outras flores e isso após anos e anos após a morte dos mesmos.

* Os incorruptos permanecem livre de decomposição, alguns por séculos.

* Os incorruptos muitas vezes contem óleos fluentes limpos, perspiração e sangue corrente por anos após a morte.

* Outros incorruptos parciais foram encontrados através dos séculos, aonde certas partes do corpo se decompõe normalmente, enquanto que outras partes como o coração ou língua permanecem perfeitamente livre de decomposição.

Somente na Igreja Católica existe este fenômeno inexplicável pela ciência

Muitos milagres inexplicáveis acorreram no decorrer da historia quando pessoas vieram a entrar em contato com esses corpos incorruptos.

Veja o exemplo de Santa Bernadette que Morreu em 1879 in Nerves, na Franca. Seu corpo foi exumado 30 anos mais tarde, em 1909 e foi descoberto completamente incorrupto e livre de de qualquer odor.



Seu corpo foi novamente exumado uma segunda vez 10 anos mais tarde em 1919 e se encontrava ainda incorrupto.

O corpo de Santa Bernadete continua exposto, ainda hoje, na Capela de Santa Bernadette em Nevers, França.

3 comentários:

  1. É impressionante !!

    ResponderExcluir
  2. Apesar de estarmos num momento em que a mídia vomita coisas ruins, é bom vermos esses fatos para termos a certeza de que não estamos sós e que Deus nos mostra o seu caminho através desses verdadeiros milagres dentro de Sua Igreja !!

    ResponderExcluir
  3. é bom ver estas imagens e ver as mensaguens do seu conteudo pois nos alivia a alma , e nos dá muita paz.

    ResponderExcluir